Liga Espanhola recusa cheque de pagamento da multa rescisória de Neymar

A novela da transferência de Neymar para o Paris Saint-Germain ganhou mais um capítulo nesta quinta-feira (3). A Liga Espanhola de Futebol recusou o cheque de 222 milhões de euros dos advogados do craque brasileiro. O motivo seria o fair play financeiro, que caso a entidade aceitasse, correria o risco de sofrer punições futuras.

Este procedimento de pagamento via entidade é de praxe no futebol espanhol quando se trata de quebra de contrato. A recusa já era esperada pelo estafe de Neymar, que já vinha pensando num plano B para solucionar o imbróglio. O valor da multa foi depositado, mas em juízo, até que o caso seja resolvido. Porém, os advogados do brasileiro esperam que o caso seja resolvido até o final do dia.

De acordo com o jornal espanhol, Marca, a Liga Espanhola não pode impedir a saída de Neymar, já que a cláusula de rescisão está sendo paga. É possível que a Fifa seja acionda e conceda uma permissão provisória para a concretização do negócio.

Pela regra do fair play financeiro da UEFA, as despesas de um clube não pode ultrapassar 65% da sua receita na temporada passada. A punição pode chegar até a expulsão de campeonatos europeus, como Liga dos Campeões e Liga Europa.

Por Bahia Notícias

Foto: Joan Monfort / El Periodico

Comentários