Juazeirense perde para o Moto Club no Maranhão e se complica na Série D

Moto clubEm um jogo bastante movimentado no estádio Castelão, em São Luís-MA, a Juazeirense acabou derrotada pelo Moto Club, por 3×1, pela partida de ida das oitavas de final da Série D. No próximo domingo, no Adauto Moraes, o Cancão precisa vencer por dois gols de diferença para se classificação às quartas de final.

A Juazeirense não se intimidou e começou a partida pressionando os donos da casa no Castelão. Com menos de cinco minutos, o Cancão já havia conseguido dois escanteios. Destaque para o atacante Toni Galego que infernizava a zaga maranhense. Na sequência, o Moto Club equilibrou as ações e, na bola parada, encontrou o primeiro gol. O zagueiro Fredson cobrou falta frontal com força, sem chances para o goleiro Tiago Chitão, que atuou no lugar de Tigre, suspenso pelo terceiro amarelo.

Sem se abalar, o time de Barbosinha continuou a trabalhar a bola para buscar a igualdade. E aos 36 minutos do primeiro tempo, o Cancão deixou tudo igual no Castelão. Depois de uma boa troca de passes, Toni Galego recebeu cruzamento na área e deu um toque sutil para o fundo das redes.

O problema é que dois minutos depois o Moto Club ficou à frente novamente do placar em uma jogada duvidosa. Curuca chutou de fora da área, Gabriel desviou no meio do caminho e deixou Tiago Chitão batido no lance. Os jogadores do Cancão reclamaram da posição de impedimento do atacante Gabriel. O árbitro ignorou.

No segundo tempo o ritmo de jogo caiu. A Juazeirense tentava buscar o empate, mas não encontrava espaço. E aos 34 minutos, o time maranhense ampliou o placar com Marcos Paulo. A situação ficou ainda mais complicada após a expulsão do zagueiro Jefferson. Na volta, domingo que vem, o Cancão terá que reverter a vantagem do Moto Club para seguir vivo na briga pelo acesso à Série C.

Ficha Técnica

Moto Club: Márcio Arantes; Luís Fernando (Diego Valderrama), Fredson e Anderson; Diego Renan, Felipe Dias, Curuca, Lenílson (Marcos Paulo) e Chico Bala; Gabriel e Muller Brenner (Cris). Técnico: Ruy Scarpino.

Juazeirense: Tiago Chitão; Nem, Lopes, Jefferson e Marquinhos (Lucas); Capone, Diego Teles, Waguinho (Patrik) e Toni Galego (Júnior Gaúcho); Diego Ceará e Sassá. Técnico: Quintino Barbosa.

Estádio: Castelão, em São Luis-MA.

Arbitragem: Savio Pereira Sampaio (DF), auxiliado por Lehi Silva (DF) e Lucas Guerra (DF).

Gols: Fredson, aos 16 minutos, Toni Galego, aos 36 e Gabriel, aos 38 minutos do 1º tempo. Marcos Paulo, aos 34 minutos do 2º tempo.

Cartão amarelo: Muller Brenner, Diego Renan, Luís Fernando e Diego Valderrama (Moto Club); Jefferson (Juazeirense).

Cartão vermelho: Jefferson (Juazeirense).

Por Assessoria de Comunicação

Comentários