Indefinidos os classificados para a semifinal da 2ª divisão itamarajuense


Neste domingo, 09/04, a bola rolou para mais uma rodada das quartas de finais do campeonato municipal da segunda divisão, porém, os quatro semifinalistas só serão conhecidos no domingo vindouro, oportunidade em que será realizada a última rodada. Até o momento não há classificados tão pouco eliminados.

Os dois jogos desta tarde terminaram assim, Itamaraju 1 x 0 São Caetano e na partida de fundo, Real Atlético 1 x 1 Construtora Lima.

O confronto da preliminar entre Itamaraju e São Caetano foi bastante disputado embora tenha faltado um pouco de técnica. Foi um jogo marcado por muitas faltas, sendo necessário o árbitro Jose Oldair Alves agir com firmeza para que o jogo não fugisse do seu controle, inclusive antes de encerrá-lo, expulsou o Elivelton (São Caetano) e o Gabriel Miranda (Itamaraju).

O até então invicto São Caetano que estreava na terceira fase não resistiu a força da juventude do Itamaraju que fez valer, digamos, o mando de campo. Mando de campo é força de expressão, haja vista que na realidade o mando era do São Caetano, mas o terreiro é do Itamaraju pois esse é seu local de treinamento. O gol da vitória do Itamaraju saiu depois de um sururu na área adversaria através do Jhonatas empurrou para dentro dando o triunfo ao seu time, tudo isso na marca dos 22 minutos da etapa primeira. O Itamaraju que vinha de uma derrota para a Ong Amar no domingo anterior, vence o jogo e chega aos 03 pontos e fica com uma das mãos na vaga. Quanto ao São Caetano, nem tudo está perdido, porém terá pela frente nada mais nada menos que a Ong Amar, está também com 03 pontos e diante disso precisa vencer a qualquer custo para igualar tudo e decidir nos critérios de desempate.

São Caetano jogou e perdeu com: 01-Wanderson; 06-Anderson, 14-Pedrão, 16-Uerles E 18-Renato; 15-Talisson, 08-Elivelton, 07-Fébio (23-Cupim) e 10-Carequinha; 19-Jucicley e 05-Caleb (13-Nego). Suplentes: 12-Cristiano, 13-Nego, 23-Cupim e 25-Wallas. Técnico: Araçá.

Itamaraju jogou e venceu com: 12-Daniel; 21-Jhonatas, 03-Paulo Henrique, 13-Alisson Cavalo (04-Douglas) e 06-Thiaguinho; 05-Pretinho, 08-Seco (22-Willian), 10-Gabriel Leal (15-Henrique) e 11-Gabriel Miranda; 07-Grande e 19-Matheus Xavier. Suplentes: 01-Pablo, 02-Pedinha, 04-Douglas, 09-Lucas Cruz, 15-Henrique, 16-Daniel Kintino, 17-Marquinho, 18-Carlinho e 22-Wilian. Gol: Jhonatas, aos 11, 1º do primeiro tempo. Técnico: Ailton. Auxiliar técnico: Valdecy Pinto. Massagista: Cézar.

Arbitro central: José Oldair Alves Nunes-FBF.

Assistente 01: Firmino Rodrigues.

Assistente 02: Gilson Alves.

4º Árbitro: Ubaldo Santos Tamandaré.

O central José Oldair teve muito trabalho para conduzir o jogo até o final. Realizou bom trabalho acompanhado pelos seus auxiliares.

No jogo de fundo veio o Real Atlético que estreava na terceira fase contra uma Construtora Lima que vinha de um empate frente ao Vila Verde no domingo anterior. Seria uma decisão caso houvesse um vencedor, o qual se classificaria enquanto o outro aguardaria a última rodada, mas nada disso aconteceu. Após dois jogos no grupo, a situação é a seguinte: a Construtora lidera com 02 pontos em dois empates, saldo 0; R. Atlético com 01 ponto, saldo 01 e Vila Verde 01 ponto, saldo 0. Só que a Construtora Lima já encerrou a sua participação e passa a depender de que haja um vencedor no jogo entre R. Atlético e Vila Verde que se confrontam no próximo domingo. Todos sabemos que os dois times embora rivais, são da mesma região (liberdade) e tudo pode acontecer. É bom que a Construtora Lima coloque as barbas de molho.

Não diferente do domingo passado, quando muitos esperavam uma vitória do R. Atlético, a Construtora Lima que não está aí atoa, mais uma vez não permitiu. Trata-se de um time enjoado, difícil de ser batido. O Real bem que tentou quanto numa bela cabeçada do garoto Vini isso na marca dos 22 minutos do primeiro tempo abriu o marcador, porém a Construtora Lima equilibrou o jogo apesar de sair perdendo na primeira etapa. Mas bastou reiniciar a partida para empatar a peleja, quando aos 2 minutos o Renato do meio da praça desferiu um petardo no ângulo superior direito do arqueiro Negão que nada pode fazer. A partir daí o jogo foi de igual para igual, bem jogado e na bola, diga-se de passagem.

Construtora Lima jogou e empatou com: 12-Welder; 16-Bruno, 03-Nando, 05-Dodô E 06-Renato; 17-Cristiano, 18-Sandrinho, 08-Ramon e 10-Jakinho (Jhone Pimentinha); 11-Urias e 07-Jeferson. Suplentes: 02-Nezinho e 09-Jhone Pimentinha. Gol: Renato, aos 2 minutos, do 2º tempo. Técnico: Márcio.

Real Atlético jogou e venceu com: 12-Negão; 02-Marcos Paulo, 03-Zubu, 04-João Gabriel e 06-Ratinho; 05-Guilherme, 08-Pithula e 10-Thiaguinho; 09-Barichelli (14-Sandrinho) e 11-Vini (20-Danilo). Gol: Vini, aos 22, 1º tempo. Suplentes: 22-Rodrigo; 14-Sandrinho, 17-Vinicius Felipe e 20-Danilo. Técnico: Galego. Massagista: Válber Miranda.

Arbitro: Uelton Bispo Bonfim/FBF

Assistente 01: Lenilton Amorim Santos/FBF

Assistente 02: Marivaldo Rodrigues de Deus

Quarto árbitro: Jerry Pessoa/FBF.

Ótima atuação do quarteto, principalmente o central Uelton Bispo pelo cuidado em momentos em que ocorreram choques entre jogadores, ele agia com rapidez.

Mais uma vez a equipe “Os Feras da Bola” representada por Antonio e Darly Correia deram um show de locução esportiva, narrando os dois jogos.

Por Antônio Reis

Fotos: Uelton Bispo

 

Comentários