Fora de casa, Euclides da Cunha vence e classificação fica muito próxima

O duelo de Davi x Golias, é uma das histórias Bíblicas mais lidas entre os religiosos em todo mundo. A história retrata que um menino pequeno e fraco, conseguiu vencer um homem gigante apenas com uma pedrada. Em outras palavras, nesse duelo, um pequeno venceu o grande.

No futebol também acontece esses combates onde muitas das vezes, as equipes pequenas conseguem vencer as grandes. No domingo, dia 23, a partida entre São Domingo x Euclides da Cunha pela segunda fase do Intermunicipal jogos de ida, foi denominada como o duelo de Davi x Golias.

Seleção de São Domingos

Mais nesse duelo o final foi muito diferente da história bíblica e dentro de campo, o gigante Golias, a poderosa Euclides, venceu o pequeno Davi, São Domingos, dentro de seus domínios por 2 a 0.

Foi na verdade um jogo de um time só. Durante todo os 90 minutos, a caçulinha São Domingos se encolheu em seu campo de defesa e não saiu para o jogo. Já a seleção de Zé Carije sem muita pressa, teve o controle do jogo e soube esperar o momento certo de dá o bote.

O primeiro gol saiu numa jogada pela direita e o atacante Igo que tinha acabado de entrar no lugar de Max, foi o escolhido para balançar as redes.

Artilheiro, Pim

Veio o segundo tempo, e mesmo perdendo a postura do selecionado de São Domingos continuou do mesmo jeito. Sem ofensividade e poder de força, o time se limitava com o jovem Dedé de 21 anos, que fez várias jogadas individual que chamou atenção do grande público presente.

Mais os galácticos voltou a balançar as redes e Pim  cumpriu a promessa de marcar um gol fora de casa e dois em Euclides pra chegar a marca de 175 gols na história do Intermunicipal.

Depois do 2 a 0, a seleção de Euclides resolveu deixar o tempo passar e tocar a bola em campo de defesa foi a maneira certa de descansar seus atletas.

Mesmo com um time modesto, a torcida de São Domingos mostrou lealdade e lotou o Pinheirão. Foram mais 1.200 pagantes e mesmo com o resultado negativo, a torcida saiu satisfeita.

O presidente da Liga de São Domingos, Dilson, é um exemplo verdadeiro de grande desportista. Mesmo sem grande investimento, a seleção de São Domingos se mostrou grande e o fator principal, foi organização e planejamento.

Por Blog Supapoesporte

Comentários