‘Foi um erro muito clamoroso’, diz Paulo Sales sobre gol anulado do Jacobina

O técnico Paulo Sales ficou na bronca com o árbitro Emerson Ricardo de Almeida Andrade, que mediou a partida entre Jacobina e Jequié, no Waldomirão. O Jegue da Chapada abriu placar, mas o juiz invalidou o gol. O jogo terminou com a vitória do time da casa, o Jipão, por 1 a 0, no último domingo (20), pela primeira rodada do Campeonato Baiano.

“Fizemos um gol legítimo, não sei o que o árbitro viu. Antes ele não tinha dado uma falta no goleiro. Numa bola parada, o nosso zagueiro entrou livre e ele anulou”, afirmou em entrevista ao Bahia Notícias. “Todo mundo erra, mas foi um erro muito clamoroso. Não teve nada. Nós ainda tivemos um jogador expulso no primeiro tempo. É complicado”, completou.

Além da insatisfação com as decisões da arbitragem, Paulo Sales também reprovou a atuação da sua equipe. Para ele, o Jacobina apresentou um futebol bem abaixo do que esperava o comandante.

“O nosso time fez uma partida muito feia, muito abaixo do que vínhamos fazendo nos amistosos e nos treinos. Foi um jogo muito truncado e feio. Nós chutamos quatro bolas em gol, eles chutaram uma e fizeram”, analisou.

Apesar da derrota na estreia, Paulo Sales já pensa no próximo desafio do Jacobina no Baiano. O Jegue da Chapado vai encarar o Vitória no próximo domingo (20), às 16h.

“Agora é já pensar no jogo do Vitória. É outro jogo dificílimo em casa. Temos que levantar o astral da rapaziada para que a gente possa render mais, porque em Jequié foi um jogo muito feio. Foi muito aquém do que a gente esperava. Mas continuo com a mesma confiança, é um grupo bom e qualificado. Não estreou bem, mas pode crescer. Só não pode demorar muito, porque o campeonato é curto”, projetou.

O duelo contra o Vitória será em casa, no José Rocha, em Jacobina. Paulo Sales conta com o apoio da torcida para superar o gigante baiano.

“A torcida joga em cima, é um campo pequeno. O torcedor vai nos incentivar bastante. Não resta a menor dúvida, a nossa casa é um ponto positivo do nosso time”, finalizou.

Por Leandro Aragão

Comentários