Flamengo gastou Vinícius Jr + Paquetá (e ainda sobram R$ 110 milhões) por seu time atual inteiro

Vinícius Jr e Paquetá durante jogo do Flamengo pelo NBB Gazeta Press

O Flamengo vem se reforçando com nomes de peso nos últimos dias. O time rubro-negro trouxe jogadores caros, como o zagueiro Rodrigo Caio e o meia Arrascaeta, mostrando seu poderio financeiro no mercado da bola.

Mas será que de fato o Fla pode ser considerado um clube “gastão”?

A ESPN fez as contas, e elas mostram que os rubro-negros na verdade estão saindo no lucro nas últimas movimentações, já que, para montar o elenco atual inteiro, gastaram muito menos do que arrecadaram com as vendas de Vinícius Jr e Paquetá para o exterior.

Vinícius foi negociado com o Real Madrid por 45 milhões de euros (R$ 190,54 milhões, na conversão atual), enquanto Paquetá saiu para o Milan por 35 milhões de euros (R$ 148,24 milhões). A soma dá R$ 338,74 milhões.

Já o Fla, para montar seu elenco inteiro atual (contato com os reforços), usou “apenas” R$ 228,525 milhões – e isso já contando Rodrigo Caio, Arrascaeta e Gabigol, as últimas aquisições do time da Gávea.

Os valores usados foram os do Transfermarkt, site especializado em transferências e mercado da bola.

Veja na tabela:

Ou seja: subtraindo o investimento feito no plantel do dinheiro arrecadado com a venda dos pratas-da-cada, ainda sobram R$ 101,215 milhões nos cofres.

Não à toa, o Rubro-Negro ainda mira mais investimentos importantes nos próximos dias.

Uma proposta já foi feita, por exemplo, ao zagueiro Léo Pereira, destaque do Athletico Paranaense na última temporada.

Também são observadas opções no exterior para reforçar ainda mais a defesa.

Vale lembrar também que, apesar de Gabigol chegar a custo zero por empréstimo, ele terá um peso financeiro considerável, já que o Flamengo pagará mais de R$ 1 milhão por mês em salários ao atacante da Inter de Milão.

Por ESPN.com.br

Comentários