FBF lança promessa de 15 anos na arbitragem baiana

Com cursos em parcerias com Ligas Municipais pelo interior do estado, além da Escola Baiana de Árbitros de Futebol Lourival Dias Lima Filho, realizada em conjunto com a FBE e o Sinbaf, a Federação Bahiana de Futebol tem investido, e muito, na formação de novos árbitros. A diretoria da entidade, por meio do presidente Ednaldo Rodrigues, sempre deixou claro seu objetivo de qualificar ainda mais o quadro de arbitragem da Bahia e manter o estado como um dos grandes reveladores de grandes nomes para o apito nacional.José Rodrigo

E o investimento começa cedo, sempre paralelo à formação do homem, do cidadão. A prova disso é que a FBF não deixa de acreditar no potencial de jovens e adolescentes que enveredam pela área da arbitragem.

Na Copa 2 de Julho 2016, realizada neste mês de julho, mais uma joia foi lançada. José Rodrigo, de apenas 15 anos, estreou como árbitro da entidade. O garoto atuou em dois jogos da competição e fez bonito.

O jovem chegou à FBF através do projeto social Divisão de Base de Árbitros de Futebol (DBAF), idealizado e comandado pelo árbitro Rildo Gois, que tem o apoio a entidade. José Rodrigo trilha um caminho que outras crianças do projeto trilharam.4155,fbf-lanca-promessa-de-15-anos-na-arbitragem-baiana-3

Hoje, a entidade máxima do futebol baiano conta em seu quadro com oito árbitros e deram seus primeiros passos na DBAF. Um deles, Luanderson Lima dos Santos, chegou à FBF com 16 anos e hoje já atua em jogos de campeonatos profissionais como o Baianão.

Por Federação Bahiana de Futebol

Comentários