FBF celebra 106 anos de fundação e é homenageada por filiados e personalidades

Este sábado (14) é dia de festa no futebol baiano. Uma das mais antigas Federações do país, a Federação Bahiana de Futebol completa 106 anos de fundação.

Fundada em 14 de setembro de 1913, a entidade construiu, ao longo destes 106 anos, uma história de sucesso. Dedicação e trabalho não faltaram a quem por ela passou.

Foram diversos presidentes que contribuíram para a trajetória brilhante da FBF. Entre eles estão nomes como Degrimaldo Miranda, Emanoel Hassellman, Carlos Alberto de Andrade, Márcio Matos, Orlando Gomes, Raimundo Magaldi, Raimundo Viana, Antônio Pithon, Marcos Andrade, Virgílio Elísio e Ednaldo Rodrigues.

Em janeiro deste ano, assumiu a presidência da entidade o jovem Ricardo Nonato Macedo de Lima. Aos 36 anos, o analista de sistemas ingressou na FBF em 2004, como estagiário do Departamento de Tecnologia da Informação. Em seguida, ele atuou como Delegado Financeiro e passou pelos Departamentos de Competições e de Registros. Neste último, foi coordenador, subdiretor e diretor. De 2015 ao início de 2019, Ricardo Lima foi vice-presidente na gestão de Ednaldo Rodrigues.

Ao lado do presidente no comando da entidade está o advogado Manfredo Lessa Pinto, de 52 anos. A história do vice-presidente na FBF começou há 25 anos, em 1994, quando, após atuar como procurador do Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia, ingressou na Federação no cargo de assessor jurídico. Já de 2009 a 2015, ele foi vice-presidente pela primeira vez, durante um mandato de Ednaldo Rodrigues.  

Entidade máxima do futebol no estado, a FBF tem no seu calendário sete competições oficiais e colabora, como parceira, de muitas outras, organizadas por Ligas Desportivas e prefeituras.  É de responsabilidade da entidade a organização do Baianão Profissional Série A, Baianão Profissional Série B, Baianão Sub-20, Baianão Sub-15 e Sub-17, Campeonato Intermunicipal, Baianão Feminino e Copa Governador do Estado. Esta última é uma competição opcional e não é realizada em todas as temporadas.

Já entre as que a FBF atua como parceira e colaboradora, estão Copas Regionais de seleções adultas, organizadas pelas ligas municipais, Copa 2 de Julho de Futebol Sub-17 e Copa Metropolitana Sub-15, elaboradas pela Sudesb, Campeonatos Regionais Sub-12 à Sub-15, promovidas pelo Esporte Clube Vitória, Red Ball Cup, organizada pela Rede Record, a Copa Salvador de Futebol Dente de Leite em parceria com a prefeitura, e a Salvador Cup Sub-13/15/17, organizada pela Salvador Produções e o Jacuipense.

Nesta data importante, o presidente Ricardo Lima não esqueceu de agradecer o apoio de todos que contribuem e contribuíram para o sucesso da FBF. “Neste dia de festa para a entidade, não posso deixar de agradecer aos nossos filiados, Conselho Fiscal, árbitros, Governo do Estado, Prefeituras, imprensa esportiva, torcedores, Tribunal de Justiça do Futebol da Bahia, Polícia Militar, Ministério Público, CBF, patrocinadores e parceiros. Divido as felicitações recebidas, também, com nossos diretores, funcionários e colaboradores. Sem eles, nada disso seria possível. São 106 anos de uma bela história. Tenho a certeza de que, juntos, escreveremos muito mais capítulos de sucesso”, disse.

História – A história da FBF começou a ser escrita em 1901, antes mesmo de sua fundação. Em 28 de outubro daquele ano, o jovem estudante José Ferreira Júnior, conhecido como Zuza Ferreira, apresentou aos baianos um até então desconhecido objeto que trouxe na bagagem de uma viagem para a Inglaterra. Era uma bola.

No Campo da Pólvora, Zuza reuniu os amigos e dividiu o grupo em dois times. Em seguida, ele marcou o gol com duas pedras e deu início à prática do futebol no Estado.

Nos anos seguintes, o esporte passou por diversas adaptações. Regras oriundas da Europa foram trazidas e os primeiros clubes foram surgindo no Estado. O primeiro deles foi o Club Internacional de Cricket, em 1903, e dedicado exclusivamente ao futebol. O Club de Cricket Victória, atual Esporte Clube Vitória, foi fundado antes, em 1899, mas passou a praticar o futebol também em 1903. A primeira partida oficial, por sua vez, foi entre Sport Club Bahiano e o Sport Clube Itapagipe. Não demorou muito após o primeiro jogo e o futebol cresceu de uma maneira que foi preciso ser criada uma entidade para dar conta da organização de partidas e campeonatos. Foi aí que, em 1904, surgiu a Liga Bahiana de Sports Terrestres (LBST).

A LBST realizou o primeiro Campeonato Baiano em 1905, mas, oito anos depois, passou por uma série de dificuldades e acabou fechada. Porém, a força que o futebol já havia construído não abalou o esporte e, no dia 14 de setembro de 1913, foi fundada a Federação Bahiana de Futebol.

Homenagens – Durante as últimas horas, diversos dirigentes autoridades e parceiros enviaram mensagens de felicitações à FBF. Foram presidentes de clubes e ligas, autoridades e representantes de órgãos públicos que não deixaram a data passar em branco.

Confira abaixo algumas mensagens:

Flávio Gonçalves – Diretor-Geral do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb)

Os baianos são apaixonados por futebol. É o trabalho da federação baiana ao longo desses anos que permitiu que essa paixão se consolidasse e ampliasse. Organizar e promover o futebol em um estado com a dimensão da Bahia é um desafio. Desde 2016 a TVE é parceira da FBF na transmissão ao vivo de diversas competições. Podemos verificar como a federação é presente em cada território apoiando jogadores, comissões técnicas e de arbitragem e permitindo com que o futebol se desenvolva social, econômica e tecnicamente. Nossos parabéns a todos que construíram esse trabalho ao longo dos últimos 106 anos. Sucesso ao futebol da Bahia.

Luís Rogério Sena – Presidente da Liga Santamarense de Futebol

 A Liga Santamarense De Futebol vem parabenizar a Federação Baiana de Futebol pela passagem dos seus 106 anos de existência, resistência e de um excelente desenvolvimento do esporte na Bahia. Estou há quase 5 anos na presidência da LSF e nós presidentes de ligas nunca fomos tão bem assistidos como estamos sendo desde a gestão de Ednaldo e agora com Ricardo. Presidente, tenha certeza que essa união que você construiu em pouco tempo com as ligas durará por muito tempo. Unidos somos mais fortes.

Paulo Carneiro – Presidente do Esporte Clube Vitória

Hoje a Federação Bahiana completa mais um ano de vida, uma entidade secular. Tenho muitas lebranças da Federação. Hoje minha relação é muito próxima da Federação, desde Ednaldo e agora com Ricardo. Que ela possa ajudar os clubes a encontrarem o caminho da sua preservação empresarial. Abraço a Federação Bahiana nesse momento e desejo a eles toda a sorte do mundo.

Os demais depoimentos foram enviados em vídeos. Enviaram depoimentos em vídeo os seguintes parceiros:

Guilherme Bellintani – Presidente do Bahia

Gegê Magalhães – Presidente do Jacuipense

Rafael Damasceno – Presidente do Jacobina

Sinval Vieira – Radialista

Ueslei Pitbull – ex atleta

José Sobrinho – Presidente da Liga Maragojipana

Mário César – ex atleta

Oseias – ex atleta

Vampeta – ex atleta

Edvaldo Junior – Presidente da Liga de Vera Cruz

Barbosinha – Técnico do Bahia de Feira

Antônio Tillemont -Radialista

Robson Luís – ex atleta

Marcelo Ramos – ex atleta

Alessandro Matos – Árbitro

Dudu Cearense – ex atleta

Paulo Isidoro – ex atleta

Marielson Alves – Árbitro

Diego Pombo – Árbitro

Geraldo Bacelar – Presidente da Liga de Cipó

Márcio Gonçalves Costa Pinto – Liga de Jaguarari

Laelson Leal – Vereador de Ubaíra

Jailson Macêdo – Presidente da CEAF-BA

Bobô –  Deputado Estadual

Bruno Reis – Vice-prefeito de Salvador

Ednaldo Rodrigues – Vice-presidente da CBF

Por Comunicação FBF

Comentários