Em nota, Cruzeiro repudia expulsão: ‘Uma das maiores, lesivas e equivocadas decisões’

O Cruzeiro divulgou nota na madrugada desta quinta-feira (20) repudiando com veemência a expulsão do zagueiro Dedé no jogo de ida das quartas de final da Libertadores do confronto com o Boca Juniors. O time argentino venceu a Raposa por 2 a 0, na última quarta (19), no La Bombonera. Mesmo recorrendo ao VAR, o árbitro Éber Aquino considerou uma agressão do brasileiro no choque com o goleiro Andrada e expulsou o defensor aos 24 minutos segundo tempo.

“O Clube considera que o juiz paraguaio Eber Aquino, por ato deliberado, praticou uma das maiores, mais lesivas e equivocadas decisões já tomadas na história do futebol, uma vez que o árbitro mesmo tendo a oportunidade de consultar o VAR no lance do jogo, conseguiu tomar uma decisão flagrantemente contrária ao que foi registrado pelas imagens”, afirmou o clube através de nota divulgada no seu site oficial.

Com a expulsão, Dedé está fora da partida de volta do confronto, marcado para o dia 4 de outubro, uma quinta-feira, no Mineirão. No entanto, o Cruzeiro espera que a Conmebol abra uma investigação formal e prometeu recorrer para minimizar o prejuízo.

“É imprescindível que a CONMEBOL determine a abertura de investigação formal contra esse flagrante e imponderável atentado contra o futebol brasileiro. A cúpula celeste informa, também, que está estudando as melhores opções para ingressar à CONMEBOL na busca por amenizar o tamanho prejuízo técnico decorrido da expulsão de Dedé, inclusive buscando por medidas judiciais contra os autores desta covardia”, disse.

Na nota, o Cruzeiro ainda repercutiu as análises de diversos veículos de comunicação como os jornais argentinos Olé, Clarín, e as emissoras nacionais como TV Globo, ESPN Brasil, SporTV e Fox Sports. O Santos também se manifestou no Twitter em solidariedade aos mineiros. A Raposa também espera que a CBF entre em defesa do clube.

Para o jogo de volta, o Cruzeiro precisa vencer o Boa Juniors por três gols de diferença para avançar de fase no torneio. A repetição do placar a favor da equipe mineiro leva a decisão para os pênaltis. O próximo compromisso da Raposa será contra o Santos, domingo (23), às 19h, no Mineirão, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time é o sétimo colocado com 34 pontos na tabela de classificação.

Por Bahia Notícias

Comentários