Dono do Audax tenta invadir vestiário de árbitro e é contido por seguranças

O empresário Mário Teixeira, dono do Audax, tentou invadir o vestiários dos árbitros no intervalo da partida contra o RB Brasil, em Osasco, no último sábado. Segundo relato na súmula, seguranças precisaram conter o dirigente.

Teixeira protestava por conta de dois pênaltis marcados pelo juiz Leandro Bizzio Marinho a favor do RB Brasil no primeiro tempo: um deles foi convertido, outro foi desperdiçado.

As palavras do dono do Audax, de acordo com a súmula, foram as seguintes:

– Vocês merecem apanhar, seus vagabundos, seus pilantras. É um absurdo o que vocês fizeram com a gente aqui.

As decisões do árbitro também causaram reclamações do treinador de goleiros do Audax, Leandro Porfírio, que chamou Bizzio Marinho de “ladrão”. Ele foi expulso.

Ambos devem ser denunciados pela procuradoria do TJD (Tribunal de Justiça Desportiva).

Por Globoesporte.com

Comentários