Desfalcada, seleção de Itamaraju está pronta para o difícil confronto diante Santo Amaro

Itamaraju – A ótima notícia da semana diz respeito ao arqueiro Chapoca, esse que deixou o gramado no domingo reclamando de fortes dores, inclusive com suspeita de fratura na costela, se encontra completamente recuperado. E a solução para o problema foi caseira (remédio do mato). Segundo o próprio, graças a sua vovozinha, que de imediato preparou aquele remédio como nos tempos de seus antepassados, colocou no local e no outro dia estava completamente curado. Que santo remédio! Resultado, no treino da terça-feira à tarde, o arqueiro estava treinando junto aos seus companheiros de meta, Geovane e Fábio. Agora, quanto a sua escalação após as ótimas atuações diante Santo Antônio de Jesus é coisa para o treinador Beto Oliveira definir. Tudo indica que o técnico optará pelo retorno do Geovane, uma vez titular da posição. Nunca é demais lembrar que a sua saída do time se deu devido a uma expulsão, e não por deficiência técnica. Desfalcada de Rodolfo e Robinho, respectivamente, a seleção realizou na tarde de quarta-feira (21), o seu primeiro coletivo visando o dificílimo confronto deste domingo frente a Santo Amaro, pela semifinal do Intermunicipal. O técnico Beto Oliveira, optou pelo zagueiro Mateus em substituição a Rodolfo, suspenso por receber o terceiro cartão amarelo, enquanto que no lugar do Robinho, entra o Vitamina.

Mesmo com as ausências acima descritas, a semana foi bastante proveitosa, pois além da surpreendente recuperação do arqueiro Chapoca, o coletivo foi muito bom, quando a equipe titular goleou o time de opções por 6 tentos a 0. Gols de Dondon (3x), Naian (2x) e Breno completou o placar.

Sabemos que a saída do ala Rodolfo para entrada do zagueiro Mateus, bem como a entrada do Vitamina no lugar do Robinho, ofensivamente falando o time perde bastante, no entanto, há um ganho no ponto de vista defensivo.

O fato da escolha do zagueiro Mateus para substituir o Rodolfo, ao invés do Thiaguinho, substituto imediato, com certeza vai surgir aqueles que dirão, Beto Oliveira vai jogar com três zagueiros, vai jogar na retranca.

“Na minha visão não se trata de retranca e sim, prudência. Se resguardar um pouco, não faz mal. Afinal, não vamos enfrentar qualquer Santo não. O Santo (Amaro) desta vez amigo, é muito mais forte, e nessa altura do campeonato num confronto de cento e oitenta minutos, saber jogar com o regulamento embaixo do braço, torna-se regra”, disse Antônio Reis comentarista da rádio Extremo Sul.

Fazer um bom jogo diante de um adversário que está invicto na competição e que a quatro anos não sabe o que é perder em casa é fundamental.

Na manhã desta sexta-feira, pouco antes da viagem, o técnico Beto Oliveira comandou o coletivo apronto. Coletivo esse sem a presença do atacante Kaká que descansava por ter sentido um pequeno problema ocorrido na atividade do dia anterior. Em seu lugar treinou o Breno.

Provável time para domingo é: Geovane; Juninho, Jocélio, Guilherme e Mateus; Willian, Diego, Dondon e Vitamina; 09-Naian e Kaká.

A delegação deixou Itamaraju por volta das 13 horas (de ontem, dia 23) com destino a cidade de Feira de Santana onde permanecerá até domingo, para depois seguir viagem até Santo Amaro, local da partida.

A partida será dirigida pelo Soteropolitano, Bruno Pereira Vasconcelos. Veja abaixo a relação completa do sexteto:

Árbitro: Bruno Pereira Vasconcelos de: CBF/Salvador;

Assistente 01: Dijalma Silva Ferreira Junior De: CBF/Salvador;

Assistente 02: Claudio Antônio Dias Aragão De: CBF/Catu;

4º Árbitro: Florismar Costa De Jesus de: FBF/Lauro de Freitas;

5º Árbitro: Anderson Ferreira Simões de: FBF/Conceição do Coité;

6º Árbitro: Renildo De Carvalho de: FBF/Santo Amaro.

Por Antônio Reis Viana/Os Fera da Bola

Comentários