Colo Colo e CVL Alpha Sports: Mistérios e mentiras

A torcida do Colo Colo e a cidade de Ilhéus já começam a desconfiar da empresa que hoje administra o futebol do único clube profissional do município. Apesar do time ser profissional….a gestão da CVL Alpha Sports é amadora. Ou pelo menos assim demonstra ser. Ou pelo contrário…a turma é bem esperta!

Uma empresa que nunca gerou nenhum time profissional, chegou em Ilhéus propagando grandeza e riqueza dizendo que levaria o clube a um patamar nunca visto.

O que se ver realmente não condiz com o que se falaram tanto. Muita coisa negativa anda acontecendo no clube. O que será que está por detrás desta empresa? Será que é mais uma que chegou pra atrapalhar o time, criar problemas, deixar dividas e apenas usar a imagem do clube?

A CVL Alpha Sports prometeu um grande time para o torcedor e, não querendo desmerecer os atletas que compõem hoje o elenco, falta chegar esses jogadores renomados, de peso, que a empresa prometeu. Até agora só conversa fiada.

Esta empresa prometeu pagar as dividas do Colo Colo, mas, até agora o passiva acima de R$ 600 mil continuam nas três Varas da Justiça do Trabalho.

Esta empresa disse pra Deus e o mundo que iria trabalhar a divisão de base do Colo Colo. Vomitaram dizendo que teriam sub-11; sub-15 e sub-18 e que iriam construir um CT com três campos para desenvolver esse trabalho. Até agora não saiu do papel.

Alguma coisa não bate e as coisas precisam ser esclarecidas. Disseram no início que dinheiro não seria problema. Contudo, esta empresa que esbanja poder, não registrou o time sub-20 no campeonato alegando contenções de despesas.

A imprensa desportiva e os torcedores do tigrão precisam cobrar desta empresa e principalmente da diretoria do Colo Colo, que nada diz, nada manifesta. Chega de parceria de Itaparica!

O presidente do Clube, Raimundo Borges, como um dirigente sério e responsável, precisa chamar esse povo pra uma conversa. Precisa chamar a imprensa pra dar uma satisfação. Depois só será choro e vela!

Esta semana a Rádio Nacional de Itabuna foi ainda mais adiante: “No Colo Colo tá feia a coisa. As refeições dos atletas estão a desejar; às vezes faltam frutas e até mesmo sabão pra lavar a roupa dos atletas”.

Há 10 dias do time estrear no fraco e deficitário campeonato do estado, o time ainda não conseguiu registrar sequer um jogador no Bid.  O diretor de futebol Marcos Maron jogou a tolha diante do descaso.

Aliás, pouco se sabe sobre o Colo Colo e esta parceria. Tem contrato assinado? Muito mistério a desvendar…………Um clube que sequer tem um assessor de Imprensa.

Com informações do JORNAL DO RADIALISTA.

Comentários