Brasil terá mais duas vagas na Taça Libertadores de 2017

trofeu-copa-libertadores-divulgacaoO G4 do Campeonato Brasileiro agora virou G6. O Brasil ganhou mais duas vagas na Taça Libertadores a partir de de 2017. A confirmação foi feita pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no domingo (02), após reunião da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), em Bogotá, na Colômbia. Colômbia, Argentina e Chile ganharam uma vaga cada um.

A Libertadores, portanto, terá sete representantes brasileiros: os seis primeiros colocados da Série A e o campeão da Copa do Brasil. O número pode até aumentar para oito representantes caso um time brasileiro seja campeão da Copa Sul-Americana. A partir de agora o país campeão da Copa Sul-Americana não “toma” mais uma das vagas destinadas ao campeonato nacional. Se antes o G4 poderia virar G3, agora o G6 não tem como virar G5.

A próxima edição da Taça Libertadores da América terá um total de 44 participantes, seis a mais que o modelo atual. O início será em fevereiro e seu campeão será conhecido em novembro. Antes, o torneio era disputado em 27 semanas. Agora, a duração é de 42. O que ainda está para ser definido é se o campeão passará a ser conhecido em uma final de jogo único ou se o modelo com jogo de ida e volta será mantido.

Copa Sul-Americana

A Copa Sul-Americana também sofrerá mudanças. A partir de 2017, serão 54 clubes participantes, sete a mais que o formato atual. Só que o Brasil, que hoje tem oito vagas fixas, passará a ter seis. O campeão da Sul-Americana do ano anterior também perderá a vaga fixa que tem atualmente. Isso porque 10 times que não alcançarem as oitavas de final da Taça Libertadores entrarão na Sul-Americana do mesmo ano. Esses 10 times serão os terceiros colocados de cada um dos oito grupos mais os dois melhores da fase preliminar.

Fonte: Correio da Bahia

 

Comentários