Bahia de Feira e Conquista lutam por uma vaga na final do Baianão 2019

Com o Bahia já garantido na decisão do Baianão 2019, o outro finalista será conhecido na tarde do próximo domingo (31), no Estádio Professor Jodilton Souza (Arena Cajueiro), em Feira de Santana. Bahia de Feira e Vitória da Conquista se enfrentam a partir das 16h e o vencedor do confronto carimba a classificação.

Como o jogo de ida no Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista, terminou empatado por 1 a 1, em caso de novo empate a decisão da vaga será por meio das cobranças de tiros livres de marca do pênalti.

Barbosinha respeita o adversário, mas confia na classificação

Na fase classificatória, o Tremendão recebeu o Bode no dia 27 de janeiro na Arena Cajueiro e venceu por 3 a 0, gols de Jarbas (2) e Ebinho. “Vamos procurar encaixar o nosso jogo e buscar o resultado positivo, mas sempre respeitando o Vitória da Conquista, que tem uma equipe qualificada”, falou o técnico Barbosinha, do Bahia de Feira.

Principal artilheiro do Vitória da Conquista no Baianão 2019, o meia Arthur Caculé, que foi revelado nas divisões de base do Vitória, garantiu que mesmo fora de casa o Bode vai correr atrás do triunfo. “Estamos tranquilos e focados em conquistar o resultado que nos interessa. Ouvimos atentamente as orientações do técnico Elias Borges e pretendemos colocá-las em prática de melhor maneira possível”, falou.

O habilidoso meia Arthur Caculé já marcou 5 gols pelo Bode

O árbitro do jogo decisivo deste domingo (31) será Irinaldo Jorge dos Santos (CBF/Salvador). Ele terá como assistentes Alessandro Álvaro Rocha de Matos (FIFA/Salvador) e Carlos Eduardo Bregalda Gussen (CBF/Salvador). Edivaldo Marinho dos Santos (CBF/Ubaitaba) e Carlos Antônio Dias Aragão (CBF/Catu) serão o 4º e 5º árbitros, respectivamente.

NÚMEROS – Com 8 gols, o artilheiro do Baianão 2019 é João Neto, do Atlético, que foi eliminado nas semifinais pelo Bahia. Ele tem em sua cola o companheiro de clube, Peixoto.

Fernandão, do Bahia; Jeam, do Jacobina; Pablo, do Jequié, e Arthur Caculé, do Vitória da Conquista, têm 5 gols. Com 4 gols estão Shaylon, do Bahia; Deon e Ebinho, do Bahia de Feira; Gustavo Balloteli, da Juazeirense, e Eduardo, do Vitória da Conquista.

Já foram disputados 48 jogos pelo Campeonato Baiano da Série A, em 2019, e assinalados 136 gols, com uma média de 2.83 gols por partida. O Bahia tem o ataque mais positivo da competição estadual, com 24 gols, e a defesa menos vazada, com apenas seis gols sofridos.

Fotos: Ascom do Bahia de Feira e Luciana Flores / Ascom ECPPVC

Comentários