Após eliminação, presidente do Jacuipense avalia campanha e projeta 2019

Presidente do clube, Felipe Sales

O Jacuipense ficou há um gol de se classificar para a segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D. No entanto, após ser derrotado por 3 a 0 para o Central, no último domingo (27), no Lacerdão, em Caruaru, o time acabou ficando de fora. O presidente do clube, Felipe Sales, analisou a campanha do Leão do Sisal no certame nacional.

“Fizemos uma primeira fase interessante, com bons resultados. O que até me surpreendeu em determinados momentos, pois o time conseguiu vencer as partidas jogando melhor que os adversários. Mas ficamos frustrados com essa não classificação. Tínhamos uma expectativa boa, pois éramos o sétimo melhor, e ficamos fora por um gol”, avaliou em entrevista ao Bahia Notícias.

O mandatário também explicou o planejamento do clube. Para ele, passar de fase seria positivo, mas a pretensão sempre foi preparar o time para Série D do ano que vem, na qual já conquistou a vaga.

“Tínhamos o intuito de acessar a Série C, mas optamos em 2018 por fazer um time diferente, mesclando experiência e juventude. Utilizamos muitos jogadores da base para ter certeza se teriam condição de vestir a camisa do clube em 2019. Confirmamos algumas impressões com atletas da nossa base, e muitos deles ficarão para o profissional. Alguns outros não agradaram e serão dispensados”, disse.

Para o restante da temporada, Felipe explicou que o elenco profissional será emprestado até dezembro para continuarem jogando, mas a intenção é manter a comissão técnica e a base do time titular para 2019.

“Foi uma campanha que ficou com dois sentimentos. Alcançamos um objetivo de fazer essa triagem de jogadores, mas frustrante por termos ficado de fora, pois tínhamos time para ir mais longe. Foi um grande trabalho do treinador Jonílson e de toda a comissão técnica, e a nossa intenção é mantê-los juntamente com a base do time titular para o próximo ano”, concluiu.

Por Gabriel Rios

Comentários