Após eliminação, diretoria do Flamengo não banca permanência de Barbieri

O técnico Maurício Barbieri está na corda bamba. A derrota do Flamengo para o Corinthians por 2 a 1, na noite da última quarta-feira (26), no Itaquerão, culminou na eliminação do time na semifinal da Copa do Brasil. O resultado elevou a pressão pela demissão do treinador e nem mesmo o presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello, banca mais a sua permanência.

“A decisão é e sempre foi da direção. Volto a dizer que o que me motiva e me faz trabalhar è o desejo de fazer as coisas da maneira correta. A frustração é muito grande, mas a decisão é da direção”, afirmou Barbieri na entrevista coletiva que começou após quase uma hora de reuniões no vestiário.

A coletiva de Barbieri foi acompanhada por Bandeira e pelo vice-presidente Ricardo Lomba. A dupla que comanda o Urubu chegou a ser interpelada pelos jornalistas, mas esquivaram-se das perguntas. Após término da entrevista, o grupo seguiu para o ônibus, incluindo o CEO do clube Bruno Spindel. Sobre a eliminação na Copa do Brasil, o treinador lamentou o revés.

“Nós estamos muito decepcionados. A gente entende que tínhamos condições de fazer um jogo melhor do que apresentamos, estamos frustrados pelo resultado. A ideia era criar oportunidades e mais chances, mas hoje não conseguimos ser efetivos. Não fomos eficientes, como se esperava e isso determinou o resultado do jogo”, disse.

O próximo compromisso do Flamengo será contra o Bahia, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo acontece no sábado (29), às 21h, na Arena Fonte Nova. O time carioca ocupa a quarta posição com 48 pontos na tabela de classificação, três a menos do líder São Paulo. Brigando para evitar o rebaixamento, o Bahia é o 15º colocado com 29 pontos, um a mais da zona da degola.

Por Bahia Notícias

Comentários