Após disputa de pênaltis emocionante, Frisa Nanuque fica com o terceiro lugar Torneio do Trabalhador de Futsal

Teixeira de Freitas – Após alguns anos fora do calendário esportivo de Teixeira de Freitas, o Torneio do Trabalhador de Futsal voltou esse ano com força total. A competição assim como no CSU é tradição na cidade e sem dúvida estava fazendo falta, uma vez que as competições de futsal deixaram de ser realizadas há pelo menos 2 anos na cidade.

Frisa Nanuque terceiro colocado

Boca Júnior e Frisa Nanuque entraram em quadra de olho no terceiro lugar e consequentemente na boa premiação que organização ofereceu.

Boca Júnior ficou em quarto lugar

O jogo foi morno. O time do Frisa Nanuque foi para o jogo com apenas 4 jogadores de linha. A sua estratégia ficou clara logo nos primeiros minutos de jogo: fazer meia quadra e sair no contra-ataque, até para preservar a parte física dos jogadores, uma vez que não tinha reservas.

O time do Boca Júnior foi melhor na partida, mas não criou grandes jogadas que resultassem em chances de gol. Ainda no primeiro tempo, Teco em jogada individual abriu o placar para o Boca Júnior e foi só.

A segunda etapa seguiu o mesmo ritmo do primeiro tempo. Quando tudo se encaminhava para a vitória do Boca Júnior, em uma dividia entre o jogador do Frisa Nanuque e o goleiro do Boca Júnior, o árbitro Reinaldo Oliveira assinalou pênalti. Na cobrança, Germano converteu e empatou o jogo. O resultado de 1 a 1 persistiu até o fim e decisão do terceiro lugar foi para os pênaltis.

Nas cobranças dos pênaltis muita emoção. Nas cobranças normais, deu empate. Nas alternadas a adrenalina tomou conta e foi uma disputa emocionante que empolgaram os torcedores. Foram mais de 10 minutos de cobranças até que saísse o vencedor. No final deu Frisa Nanuque que ficou com o terceiro lugar. Como premiação, o Frisa Nanuque recebeu troféu, medalhas e R$ 2 mil em espécie. O Boca Júnior recebeu R$ 1 mil por ter ficado na quarta colocação.

Por Luan Mota/Esporte na Mídia

Comentários