Após determinação de torcida única, Eurico dispara: “O Vasco não vai jogar”

Eurico Miranda Coletiva Vasco (Foto: Paulo Fernandes / Vasco.com.br)
Eurico Miranda questiona medida de torcida única em clássicos do Rio de Janeiro (Foto: Paulo Fernandes / Vasco.com.br)

A determinação da Justiça por clássicos com torcida única no Rio de Janeiro já movimenta os bastidores dos principais clubes do estado. Eurico Miranda foi um dos primeiros a repercutir a notícia. O presidente do Vasco, por telefone, garantiu que a equipe não entra em campo caso a medida seja adotada por se tratar de uma situação que está “acima de qualquer raciocínio lógico”.

– Eu só quero saber uma coisa: que torcida vai para o jogo de definição? Quem vai determinar que é jogo de torcida única? Se tiver torcida única na final, não tem jogo, o Vasco não vai jogar, porque não há juiz que determine algo assim, está acima de qualquer raciocínio lógico. Tem uma coisa chamada raciocínio lógico. Não há como você cumprir essa determinação. Não quero nem entrar no mérito se é interessante ou não, isso é outra discussão, mas é algo que não existe.

Nesta quinta-feira, o Vasco se mostrou contrário à ação do Ministério Público. Com a medida em vigor, o presidente fez questão de destacar que o próximo clássico do Estadual, possivelmente, será entre Flamengo e Vasco, pela semifinal da competição, no dia 25 de fevereiro, e encerrou a conversa com uma interrogação: “qual torcida vai estar no estádio?”.

– Eu falo sobre fato concreto. O primeiro jogo que considero clássico, pelo menos eu acho que vai ser assim, é Vasco e Flamengo numa semifinal. Eu só quero saber, qual torcida vai estar no estádio?

De acordo com o regulamento do Campeonato Carioca, o mando de campo das semifinais da Taça Guanabara (disputadas em jogo único) são do time de melhor campanha de cada grupo na fase de classificação. O mesmo vale para a Taça Rio. Em relação às finais de cada turno, o regulamento explica que o mando de campo se dará por sorteio.

Por Globoesporte.com

Foto capa: Eurico Miranda, presidente do Vasco (Foto: Marcelo Sadio / Vasco)

Comentários