Começa neste domingo (20) a 1ª divisão do Municipal de Futebol de Itamaraju

Guardadas as devidas proporções, a expectativa do desportista itamarajuense quanto a abertura do campeonato municipal é quase que a mesma do brasileiro quando o assunto é Copa do Mundo (Rússia/2018).

Na realidade o torcedor itamarajuense aguarda ansioso mesmo é pelo início do Intermunicipal, inclusive nem deu tanta bola assim para a Copa do Descobrimento,competição em que sua seleção está praticamente classificada para a semifinal após o grande resultado em que trouxe de Mucuri, quando da vitória no sábado último por 3 tentos a 0.

Percebemos ao andar nas ruas que a abertura do aludido campeonato (1ª divisão) que acontecerá neste domingo, 20/05, será completamente ofuscada pelo jogo de volta da seleção (Copa do Descobrimento) que será no dia anterior (sábado) à tarde. Diferente de outros anos, poucos torcedores perguntam a respeito.

Todavia isso é fruto do amadorismo de alguns diretores de clubes. Todos sabemos que o sucesso de qualquer evento, seja de que natureza for, depende de uma boa atração. Essa que por sua vez gera a expectava a quem pretende assisti-la. No futebol não é diferente, o jogador é essa atração.

A coisa anda tão devagar no que se refere ao certame que nessa altura não se vislumbra ainda, quem de repente possa ser, “Bicho papão” e/ou “Patinho Feio”. Nada se sabe com relação aos elencos. Sinceramente não entendemos o porquê.

Como acima dissemos, embora o legue que hoje nos dá as redes sociais e tudo mais, menos se conhece das equipes as quais postula o título se comparado a outrora quando havia apenas a Radio Extremo Sul na divulgação das competições.

Entendiam os dirigentes da época que o Rádio (Extremo Sul) era um meio de comunicação através do qual o torcedor era informado a respeito de cada elenco e consequentemente esse ia estádio (Barbozão) aos domingos no afã de conhecer determinado(s) jogador(es).Se havia bom público,a expectativa era sempre de uma boa renda. Renda que se não era suficiente para cobrir as despesas, de alguma forma ajudava.

Não é demais lembrar ao dirigente atual que as vezes reclama disso, reclama daquilo, talvez por ser muito jovem ou até mesmo nem nascido era quando do início da era Barbozão, que na ocasião se quer recebia qualquer prêmio, mínimo que fosse em dinheiro. Para ser mais sucinto, o clube recebia apenas um troféu acompanhado de medalhas; muito distante dos mais de R$ 15.000,00, de premiação paga pela LFI, a campeão e vice-campeão, respectivamente do ano passado.

CONFIRA OS JOGOS DA RODADA DE ABERTURA

Por Antônio Reis Viana com colaboração de Uelton Bispo 

Comentários